2021 é ano de estudar, se atualizar e se manter online

2021 chega com dicas e projeções para quem deseja investir em um negócio

O ano de 2020 trouxe inúmeros desafios aos empreendedores de todos os segmentos por causa da pandemia, mas o que pensou-se ser o fim, acabou por se tornar uma grande oportunidade de inovação. Diversos lojistas, por sua vez, precisaram adaptar seus negócios para a  Era Digital.

O receio de investir no próximo ano, no entanto, não deve existir: o ano de 2021 abre portas para quem deseja apostar no mercado financeiro e lançar inovações. Por isso o modelo startup veio para ficar. Vários eventos de perspectivas e tendências organizado pelo Mundo do Marketing para ajudar os profissionais de publicidade e empreendedores a se planejarem com mais confiança.

Uma das ideias é de entrar no meio digital e ampliar o número de cliente e, consequentemente, o de vendas. O comércio na rua sabia que uma hora teria que ir para o digital e a pandemia acelerou o assunto. O caminho foi forçado, os empreendedores tiveram que se reinventar. Será um ano de resultados, os investimentos não param. O dinheiro não some, ele muda de estratégia, então é preciso acompanhar esse trajeto.

Inovação que não tem volta

As startups devem continuar em ascensão, uma vez que o processo de inovação não tem volta. Se você resolve uma dor as pessoas compram. O modelo “foco no cliente”, ágil e com resultado é a saída.

Outro detalhe é o de enxergar a crise como um momento oportuno de crescimento e não para paralisar. Apesar de parecer que 2021 será um ano apático, a visão dos especialistas é de retomada. Indicamos que os empreendedores invistam o dinheiro, uma vez que essa não será a última crise. 2020 foi um ano de oportunidades para se posicionarem no online. Agora o ponto-chave é fazer caixa para surfar nos momentos de crise.

Para isso, será preciso estudar bastante o mercado financeiro e escolher qual proposta será a melhor. Faça planos para ser multi-receita em 2021. As pessoas querem ganhar dinheiro, mas não querem fazer conta. O mercado financeiro está aí para todos.

Dois pontos que merecem atenção do empreendedor brasileiro: o primeiro, mudar a mentalidade pelo valor do dinheiro. Somos o país do endividamento e compramos o que não está na nossa realidade. É preciso parar de gastar mais do que se tem. O segundo ponto é sobre o aumento de mulheres investidoras.

Para muitas mulheres executivas, o perfil conservador feminino ajuda na tomada de decisão e riscos, porém é necessário que elas busquem uma pessoa arrojada para ajudar, porque ficar na zona do conforto não fará alavancar receita. A agressividade é importante, mas saber dosá-la também conclui.

Mesmo aqueles que não pensam em abrir um negócio podem utilizar a visão empreendedora para transformar suas vidas. O intraempreendedor é aquele que mesmo sendo funcionário de uma empresa busca soluções e novas estratégias e é um perfil bastante procurado no mercado de trabalho. A “visão de dono” traz vantagens. Não é o abrir uma loja que torna alguém empreendedor, mas ter o comportamento de um, tendo o propósito de realizar ideias e sonhos.

Então estude o Mercado Financeiro, se atualize no Marketing Digital, coloque sua vida online em dia e mãos à obra.

Você consegue: Eu acredito em você!

Por

leny.espinola@oestadorj.com.br

* Radialista, Fotógrafa e Palestrante Motivacional.

Comentários estão fechados.

http://api.clevernt.com/0d18126b-b33f-11e7-bb95-f213f22ad24e