Patrões & Empregados S/A

Construíndo uma nova cultura trabalhista

Foi construída e consolidada durante décadas uma cultura trabalhista pela CLT, de que o patrão (dono do negócio) e seus gestores(os chefes) vivem num universo do mundo do trabalho e os subordinados (empregados), frequentam esse universo apenas para garantirem suas sobrevivências. Nesse novo contexto da CLT, o mundo do trabalho se reorienta na sua forma de atuar e todos: donos, gestores e colaboradores, necessitam se reorientarem comportamentalmente também, para garantirem eficiência e eficácia ao alcance de resultados.

Uma nova cultura individual necessita ser forjada para potencializar a capacidade de percepção e gestão dos seus limites e potencialidades emocionais, que dirigem as ações e reações às pessoas, aos fatos e circunstâncias em que está inserido; instrumentalizar para produzir mudanças comportamentais e atitudinais, necessárias a potencialização das funções de liderança de si e do outro; potencializar o poder de perceber as limitações das pessoas, que estão sob sua liderança, para ampliar as formas eficientes, eficazes e efetivas de condução de processos inter-relacionais voltados aos resultados setoriais e empresariais.

Por fim, e de fundamental importância, potencializar a capacidade de construir confiança nos inter-relacionamentos fortificando o poder de liderança.

Por

* Cientista Social, Pesquisador e Consultor de Desenvolvimento Humano e Empresarial. Especilizações em Psicologia Social, Análise Transacional, Administração Mercadológica, Psicodrama e Dinâmica de Grupo. Autor de livro e de programas de treinamento comportamental, com reconhecimento científico a nível nacional.

Comentários estão fechados.